top of page

Parque do Porto: Um novo marco para a zona portuária do Rio de Janeiro

A Prefeitura do Rio de Janeiro está em negociações com o Governo Federal para a construção do Parque do Porto, um projeto inovador na Zona Portuária da cidade. Com inspiração no modelo adotado em Nova York ao longo do Rio Hudson, o projeto do Parque do Porto promete transformar a região com a criação de praças flutuantes e áreas verdes, mantendo o compromisso com a sustentabilidade e o respeito ao meio ambiente.


Projeto do Parque do Porto - Foto: Divulgação/ Prefeitura do Rio de Janeiro



Um Novo Conceito de Parque Urbano


O prefeito Eduardo Paes, durante a inauguração do Terminal Mato Alto do BRT, destacou a importância e a modernidade do projeto, referindo-se ao Parque do Porto como o "Parque do Flamengo do século XXI". Ele enfatizou que, ao contrário de projetos anteriores, o novo parque não envolverá aterros, e sim a construção de caminhos flutuantes para minimizar o impacto ambiental. "Os caminhos serão flutuantes para não ter dano ambiental", afirmou Paes.


Detalhes do Projeto


O terreno destinado ao Parque do Porto pertence à União, e a viabilização do projeto está sendo discutida com o Ministério dos Portos e Aeroportos, além da autoridade portuária PortosRio (anteriormente conhecida como Companhia Docas). Segundo Paes, o projeto já foi apresentado ao presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, que mostrou grande entusiasmo pela iniciativa.

Além das inovadoras praças flutuantes, o projeto contempla o aproveitamento de armazéns históricos da região para atividades culturais e gastronômicas, proporcionando um novo espaço de lazer e cultura para os cariocas e turistas. A criação de um novo píer para navios de turismo e a transferência da área de alfândega para o novo local também fazem parte do plano, o que permitirá a utilização dos antigos galpões para atividades comerciais.


Fases do Projeto e Expectativas


Embora datas e valores específicos ainda não tenham sido definidos, o prefeito Eduardo Paes expressou sua expectativa de que as obras sejam licitadas e iniciadas até o final do ano. A ambição é transformar rapidamente a área em um polo de atividades urbanas, culturais e turísticas.

Uma segunda fase do projeto prevê o desenvolvimento das ilhas de Santa Bárbara e da Pompeba, localizadas na Baía de Guanabara. A Ilha de Pompeba, em particular, será transformada em um "Inhotim carioca", com visitas ligadas a um serviço de barcos partindo do cais. Esta fase ampliará ainda mais as opções de lazer e turismo na região.


Impacto e Benefícios


O Parque do Porto promete ser um divisor de águas para a Zona Portuária do Rio de Janeiro. Ao combinar espaços verdes, infraestrutura cultural e comercial, e um forte compromisso com a sustentabilidade, o projeto visa revitalizar a área, promovendo a integração entre o urbano e o natural. Este desenvolvimento não só beneficiará os moradores locais, mas também atrairá turistas, contribuindo para a economia da cidade e para a promoção do Rio de Janeiro como um destino inovador e sustentável.



O Parque do Porto representa uma visão ousada e moderna para a revitalização da Zona Portuária do Rio de Janeiro. Com um enfoque em sustentabilidade e inovação, o projeto tem o potencial de se tornar um novo marco urbano, oferecendo um espaço vibrante para lazer, cultura e turismo. Aguardamos com expectativa os próximos passos desta iniciativa transformadora, que promete trazer novos ares para a cidade maravilhosa.






-Utilize a plataforma da Prospecta Obras para encontrar novos clientes para sua empresa.

3 visualizações

Comments


bottom of page